Dois países, dois corações e um amor.
Esta é a historia de uma argentina que foi a uma festa sem saber que encontraria o amor da sua vida, um brasileiro.
Tudo começou na brincadeira, que levou a uma risada, que levou a um primeiro encontro, que acabou levando a uma paixão (mas não a do futebol).
Dizem que o que faz Aldana se apaixonar por Leon é o olhar de “jabuticaba” quando ele a olha, as brincadeiras sem aviso, as surpresas sem data, a determinação, o coração de ouro...
E Leon? a ama pelo carinho, a compreensão, cumplicidade, a humildade e gentileza, ou pelo seu sotaque enrolado...
A combinação deu certo, uma conexão surgiu e Leon aprendeu a falar espanhol..
O sonho de casar sempre foi dos dois, a cada dia o sentimento de certeza só cresceu, até que não fazia mais sentido esperar quando já sabiam que tinham nascido um para o outro.
E assim, de pois de 6 anos, nos trouxeram a certeza de que entre a Argentina e o Brasil existe amor sim (ainda não estamos falando de futebol).
Leia, Veja e Apaixone-se! fotografia de casamentos, casamentos, casamentos em sao paulo, fotografo de casamentos, fotografo do paraná, fotografia paraná

Ajudantes: Deya Diedrich e Diego Soares (SP)
WP: Melinda Ruotti - Eventos
Igreja: Nossa Senhora do Brasil

Ah, festa! E quem não gosta? Quando dançar vira proposta E um olhar é a resposta De um pedido que a muito foi desejado! Ah festa! Essa tal liberdade! Onde as pessoas riem de verdade quando existe a felicidade E o sentimento de um sonho concretizado! Por que, assim como a vida, o amor é uma festa! Que só acaba quando não resta Mais a vontade de dançar. "quando a gente ama Ri de orelha a orelha Faz qualquer programa O que der na telha Conta até seresta É festa, é festa É festa, é festa Até quando o sol raiar!" Leia, Veja e Apaixone-se!

"Tutte le lettere d'amore sono ridicole. Non sarebbero lettere d'amore se non fossero ridicole." Fernando Pessoa.
Quando falamos na Italia,
lembramos daquela linda história de amor entre Romeu e Julieta né?
Inspirado nesse lugar romântico,
lhes mostro uma historia encantadora e delicada, que mistura a doçura italiana com o carisma Brasileiro.
Mas essa historia aqui não acaba em tragédia, muito pelo contrário,
essa história acaba em beijos,
carinhos, sorrisos e um imenso "felizes para sempre"!
Leia, Veja e Apaixone-se!

Leva-se anos para conhecer uma pessoa. Basta 8,2 segundos para se apaixonar por ela. Mas o que faz um amor dar certo são os valores. O que faz um amor dar certo é a paciência, a compaixão, o carinho. O que faz um amor dar certo é a compatibilidade, as qualidades em comum, os sonhos. E o que mais faz o amor dar certo é a vontade de estar juntos e de fazer dar certo. É quando aceitamos a pessoa como ela é. É quando amamos essa pessoa pelo mesmo motivo. Como diz Padre Fabio de Melo "É muito bom ser olhado nos olhos por alguém que nos permita ser somente aquilo que estamos conseguindo ser naquela hora. Alguém que nos acolha do jeito que a gente é ou do jeito que a gente está. Por isso eu creio que o verdadeiro amor chega na nossa vida, não no dia que o outro diz que nos ama. O verdadeiro amor chega na nossa vida no dia que o outro sem dizer uma palavra, nos olha nos olhos e nos convence que nos ama, sem precisar dizer, sem precisar usar o recurso da palavra, nos olha nos olhos e nos deixa a vontade." Leia, Veja e Apaixone-se!

Dizem que é amor de verdade, quando nos faz rir, então... Me faça rir. Eu quero dar gargalhadas toda vez que eu pensar em você. Quero sorrir como uma criança ao ver o palhaço mais engraçado do mundo quando eu olhar nossas fotos ou lembrar dos nossos momentos. Não me dê apenas flores, bombons, vestidos, bolsas, cartões ou qualquer coisa que possa envelhecer ou se rasgar. Me dê sorrisos. Somente isso. Me dê motivos para sorrir. Me faça cócegas. Me conte uma piada sem graça. Faça caretas divertidas. Esbarre pelos móveis da casa. Deixe algo cair com sua total falta de jeito ao lavar a louça. Vista um sutiã meu e me chame com uma voz feminina quando eu estiver puta da vida por você ter esquecido alguma data importante. Prepare uma surpresa boba ao me ver chegar em casa. Escreva no espelho o quanto me ama ou amarre bexigas no nosso cão quando for meu aniversário. Fale que Foucault era um idiota e que o Adam Sandler é o maior poeta de todos os tempos. Apenas me faça rir. Leia, Veja e Apaixone-se!

Se apaixonar; adentrar entrar embaraçar invadir afundar entrar romper o peito a pele o corpo a carne e o coração. Especialmente o coração. querer dormir três dias seguidos só para chegar logo aqueles trinta minutos lado a lado. pensar em milhares de coisas para dizer e não dizer nada. achar que mesmo o silencio basta. ter certeza que sim. apostar todas as cartas. inventar cartas quando não tiver mais. ligar sem querer ao abrir sua foto no whatsapp e não saber onde esconder a cara. (Julianna Motter) Se apaixonar é assim mesmo, sem virgulas e só pontos finais. Essa é a historia da Joice e do Lucas. Que, em breve, terão mais um motivo para se apaixonar. Leia, Veja e Apaixone-se!

E os nossos sonhos? Nossos sonhos são feitos de coisas reais e o amor pode ser a resposta para a maioria das nossas perguntas. Do tipo: Porque estamos aqui? Para onde vamos? E porque é tão difícil? Nem sempre é fácil e a vida as vezes engana, mas como diz a musica do Jack Johnson .. “É sempre melhor juntos”. Sorrir juntos, malhar juntos, viajar juntos, dormir juntos, comer juntos... Comer juntos é tão bom que a Ingrid e o Felipe fizeram disso um empreendimento que só trás a certeza de que “é sempre melhor juntos”. Leia, Veja e Apaixone-se!

O amor é o murmúrio da terra quando as estrelas se apagam e os ventos da aurora vagam no nascimento do dia... O amor é a memória que o tempo não mata, a canção bem-amada feliz e absurda... E a música inaudível... O silêncio que treme e parece ocupar o coração que freme quando a melodia do canto de um pássaro parece ficar... O amor é Deus em plenitude a infinita medida das dádivas que vêm com o sol e com a chuva seja na montanha seja na planura a chuva que corre e o tesouro armazenado no fim do arco-íris.
Vinicius de Moraes Leia, Veja e Apaixone-se!